EM GRATIDÃO

Hoje estava pensando sobre a vida, refletindo sobre como ela muda tão rápido e em tão pouco tempo. Estou ingressando na faculdade, mas ainda não consegui processar essa ideia. Parece que ontem estava passando pelas séries primárias da escola. Estudando com a famosa "Tia Rô", que sem dúvida marcou minha infância e minha vida.

Logo após vem a "Tia Simone" onde já me lembro de começar a gostar de matemática. Recordo também da professora Vera, disciplinada sempre, e da mesma forma corriam suas aulas. Lembro-me das aulas de inglês da professora Aline, e também das brincadeiras que surgiam na aula de educação física com o professor Sandro. Agora a segunda parte do fundamental, considerada por mim como mais marcante- acredito que por todo o novo estilo de ensinar, e a grande quantidade de professores. Se me recordo, a professora Alessandra era divertida, e como minha sala nunca foi das mais comportadas, sempre tinha um grito aqui e outro ali. Professora Marta por outro lado sempre foi calma.

Ariana e Margô, esse parágrafo é só pra vocês. Pensar em matemática e não pensar na nossa querida é impossível. E não tem como negar que sou de exatas, em grande parte, por suas aulas - que por sinal eram muito boas, mesmo com centenas de exercícios com bhaskara e tudo mais. E o que posso dizer sobre a Ariana? Vamos dizer que ciências era minha matéria favorita no primário por causa dela, e quando foi dividida em física e química também soube mostrar o seu valor. Tirávamos você do sério toda hora, mas no fim tudo ficava bem. Deve ter dado muitas histórias pra contar.

Lembro-me do professor Eduardo, que hoje já não está mais entre nós. Da professora Lilian que me ensinou a importância do balanceamento (ajudou muito no ensino médio). Da professora Rosângela sempre com novidades sobre história.

Depois de todo esse texto, se você leu até aqui devo te parabenizar, é que é muito difícil resumir toda uma historia em uma pequena página. Tenho muito a agradecer a essas quatro, Maria, Ester, Léia e Mara, todas elas me auxiliaram a chegar onde estou. Também ao meu querido "Tio Expedito".

À família Erasmo Braga, agradeço. Vocês tiveram papel crucial em meu desenvolvimento moral e acadêmico. Pode até parecer que estou "puxando saco", mas se você é um aluno, um dia vai sentir o que estou sentindo agora, e vai ver que cada advertência, cada ensino, cada lição que parece inútil, vai ser extremamente útil depois. Aproveite enquanto há tempo, pois passa rápido, e depois fica apenas esse sentimento nostálgico, que estou sentindo agora, e que sempre vou sentir

Lembro-me do professor Eduardo, que hoje já não está mais entre nós. Da professora Lilian que me ensinou a importância do balanceamento (ajudou muito no ensino médio). Da professora Rosângela sempre com novidades sobre história.

Depois de todo esse texto, se você leu até aqui devo te parabenizar, é que é muito difícil resumir toda uma historia em uma pequena página. Tenho muito a agradecer a essas quatro, Maria, Ester, Léia e Mara, todas elas me auxiliaram a chegar onde estou. Também ao meu querido "Tio Expedito".

À família Erasmo Braga, agradeço. Vocês tiveram papel crucial em meu desenvolvimento moral e acadêmico. Pode até parecer que estou "puxando saco", mas se você é um aluno, um dia vai sentir o que estou sentindo agora, e vai ver que cada advertência, cada ensino, cada lição que parece inútil, vai ser extremamente útil depois. Aproveite enquanto há tempo, pois passa rápido, e depois fica apenas esse sentimento nostálgico, que estou sentindo agora, e que sempre vou sentir

Do ex aluno Felipe Ferreira