Árvore Falante, é atração no Dia do Livro Infantil na Escola Erasmo Braga

No dia 17/04 de abril, a Escola Presbiteriana Erasmo Braga comemorou em grande estilo o Dia do Livro Infantil. Essa data foi escolhida em homenagem ao nascimento de Monteiro Lobato. José Bento Monteiro Lobato, foi o mais importante escritor de literatura infantil do Brasil, nasceu em 18/04/1882, em Taubaté, São Paulo, e morreu em 04/07/1948. Dentre os textos infantis que escreveu o universo do Sítio do Picapau Amarelo, é o mais conhecido e o que mais se destaca.
No momento da chegada pais e alunos foram recepcionados pela família do Sitio do Picapau Amarelo, Visconde de Sabugosa (Alexandre Pereira Franciolli), Emília, (Letícia Cornachini Cesco), Narizinho (Letícia de F. S. Fabiano), Pedrinho (Paulo Rodrigues Benites) e Dona Benta (Elisângela L. Portinho Frazão). Ao entrarem pela escola, perceberam que estavam entrando no mundo do Sitio.
Esse ano a atração foi muito especial, tivemos a participação no momento de contação de histórias, da "Árvore Falante". Fabricada com materiais recicláveis a base de papel, isopor, cola e resina, com dois metros de largura e dois metros e quarenta centímetros de altura, a grande árvore interagiu com as crianças e junto com a família do Sitio do Picapau Amarelo, fizeram uma grande festa. A árvore contou uma linda história, "Fiz o que Pude" de Lucília Junqueira de Almeida Prado. A história fala de um valente passarinho que não deixa de fazer a sua parte, para salvar a natureza, o pequeno pássaro dá uma lição de cidadania e sobre a importância da preservação do meio ambiente.
Foram momentos de muita alegria, descontração e de aprendizagem significativa através do Teatro.

O Projeto "Árvore que fala", é da Cinco Estrelas Assessoria Empresarial e Artística Ltda, uma equipe do Paraná que tem como objetivo, levar mensagens de conscientização, cultura e lazer de uma maneira divertida.
Parabenizamos a equipe Erasmo Braga e agradecemos a todos que contribuíram, a participação de cada um foi de extrema importância para o sucesso do nosso evento.

"Um país se faz com homens e com livros". Monteiro Lobato