PROJETO METAMORFOSE DESENVOLVIDO NA PRÁTICA E NO CONTEXTO ESCOLAR

A transformação da frequentemente feia e bizarra lagarta em uma elegante borboleta é realmente a constatação de um dos milagres executados por Deus.

Os (as) alunos (as) do 1º ano “A, B” da Prof.ª Rosangela Fernandes desenvolveram o Projeto Metamorfose, este teve como objetivo incentivar as crianças ao interesse em realizar pesquisas e a fazerem descobertas aprimorando os conhecimentos sobre o ciclo de vida das borboletas e sua importância para o meio ambiente. As lagartas foram coletadas no bosque da escola pela professora em companhia dos (as) alunos (as) e com dois dias surgiram os casulos. O professor Sandro (Educação Física) contribuiu com o projeto coletando os ovos de borboleta, para se fazer o estudo em laboratório com microscópio e vídeo e assim verificar a evolução do ciclo.

ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE AS BORBOLETAS QUE FORAM ENFATIZADAS DURANTE A PESQUISA.

VIDA: Infelizmente a borboleta vive apenas duas semanas, e geralmente usam esse período para se reproduzirem, mas neste tempo voam durante o dia e podem alcançar uma velocidade de 20 Km/h.
OVOS: Após o acasalamento, que pode durar até cerca de uma hora, a fêmea procura as plantas adequadas para a postura dos ovos.
LARVAS: Ao chegar o momento de saírem dos ovos, comem as cascas dos ovos em que estavam contidas, preparam uma espécie de ninho na parte inferior de alguma folha e de imediato começam a comer as folhas próximas, cortando-as e mastigando-as com suas poderosas mandíbulas.
CASULO: É construído, a partir de uma glândula próxima da boca,onde produzem uma teia de material salivar que em contato com o ar adquire consistência de fios muito resistentes.
VISÃO: As borboletas são dotadas de extraordinária sensibilidade. Segundo experimentos, podem enxergar as cores com maior sensibilidade ao vermelho, verde e amarelo, e podem sentir o sabor das folhas com as patas.
OLFATO: É pelas antenas que as borboletas sentem o cheiro das outras borboletas e se encontram, pois são nelas que se localizam os órgãos olfativos e de tato.
ASAS: A borboleta tem quatro asas. As asas são cobertas por um pó muito fino, que se chamam escamas.
BOCA: As Borboletas alimentam-se de néctar e gotas de água que vão buscar nas plantas, e em especial, nas flores.